terça-feira, 9 de novembro de 2010

A Meritocracia


Sir Isaac Newton no ano de 1687 muda a maneira humana de se relacionar com a física, quando descreve a lei da gravitação e as suas três leis, chamadas 'de Newton', fundamentando os princípios da mecânica clássica. Suas teorias trazem de forma inédita, até que se prove o contrário, a afirmação do fato de que tanto os corpos celestes, bem como os objetos na Terra, e aqui inserimos os seres humanos, são regido por Leis Universais não importando o recôndito do Universo que habite.

Uma ação e reação experimentadas num laboratório não difere do conceito de Causa e Efeito, bem como da Lei do Karma divulgadas através do hinduismo. Basta apenas que percamos em fanatismo, no sentido de deixarmos de valorizar apenas aquilo que nos é dito, seja pela religião, seja pela ciência; para ganharmos em sentimento acerca das coisas, acerca daquilo que sentimos particularmente, para compreendermos como estas coisas se processam em nossas vidas e o que delas podemos tirar de aprendizagem. Já diziam os mais velhos: "Aqui se faz, aqui se paga!" Ou: "Quem guarda rancor morre de câncer!" Ou: "A semeadura é livre, MAS a colheita é obrigatória!" Ou seja... Ação e Reação. Definitivamente Newton sabia do que estava falando! ;¬)

Então é necessário que nós possamos entender que tudo aquilo quanto nos ocorre, é fruto de decisões não refletidas com clareza, decisões em que não contemplamos a inteligência apenas para satisfazer o outro, seja ele quem for, ou um padrão de comportamento aceito pela maioria. Os benefícios ou revezes da vida são méritos que buscamos. Sonhamos com a felicidade e buscamos este ideal no mundo exterior. Mas apenas aqueles que sentem que a felicidade é um patrimônio seu, merecem fazer de si e dos outros seres felizes, ainda que os outros não se sintam merecedores desta felicidade, por estarem desconectados daquilo que importa - a prática do apreciar a beleza humana que emancipa, liberta.

A meritocracia é o sistema de autogoverno daquele ser humano, que se sente concretamente detentor de sua própria Liberdade. ;^)

5 comentários:

Tatiana Badaró disse...

A meritocracia, assim como a Lei de Newton é uma Lei Universal, graças a Deus (rs!), então se pensamos estar sendo injustiçados cabe olhar pra dentro e descobrir a liberdade, certo?

Muito bom seu texto Mel!

Anderson Oliveira disse...

Isto aqui é um bálsamo de idéias geniais. Salve, salve as leis universais. Liberdade sempre. Abração meu querido!

Edu O. disse...

sempre rico com as coisas que vc semeia!

Valéria Sorohan disse...

Post bem informativo.
Valeu pela visita ao meu blog.

BeijooO* e até!

Kraxpelax disse...

WWW

 

unique tracker
Visitantes... Voltem sempre! ;^)